Ballet e o preconceito






Um dia desses eu estava assistndo um vídeo de Baryshnikov [como sempre], dançando Don quixote, e lá estava ele de colant branco, dando aqules saltos e giros maravilhosos, então alguém passou atrás de mim e disse: "Olha só que viadagem." E bastou isso pra me tirar do sério. Mesmo!!
Por que ainda existe gente que acha que homem que faz ballet é homoxesual??? o.O



Andei pesquisando sobre isso na internet... Achei muitos comentários sobre esse assunto, alguns de gente ignorante e preconceituosa, outros muito interessantes, tipo:



"Há algum tempo existia este preconceito porque se achava que o ballet era somente para meninas ou meninos efeminados, mas hoje esta provado que homens são bailarinos e nem por isso deixam de ser homens. Quando apareceu Mikhail Nikolaievitch Barishinikov nascido 27/01/1948, Riga Latvia, Russia Bailarino e coreógrafo, um dos mais importantes nomes do Ballet clássico , demonstrando que era um garanhão esta imagem de que homem não dança ballet desapareceu."

[claro que tinham que falar de Baryshnikov né, hihi]

É, só pessoas um tanto atrasadas continuaram com esse pensamento.


"Infelizmente, é algo cultural, muito enraizado. Um menino que tenha vontade de dedicar-se a esta divina arte, terá um longo caminho de lutas contra o preconceito da sociedade."


Isso é verdade. Infelizmente é cultural, não apenas homens, mas também muitas mulheres são machistas e têm a imagem de que homem de verdade tem que ser brutal e jogar bola.


"É melhor fazer ballet e dançar só com menina linda do que ficar a tarde inteira malhando e cercado de marmanjo bombado reparando seus peitos, pernas, braços e abdominais: "Pô cara, cê tá com uns pernão heim?"Faça-me o favor.....Ah, sem contar que quem faz ballet tem mais condicionamento físico e elasticidade muscular do que muito praticante de esporte."

Um comentário racional. Acho que vou sugerir isso quando aquela pessoa chamar Baryshnikov de gay de novo. Hehe




Outro comentário interessante que achei, de uma professora de ballet: “Eu criei rapazes que entraram aqui na faixa dos oito anos de idade. E, realmente, eles tinham gestos muito femininos. Mas, aqui dentro da escola, por conta do carinho das pessoas, e por cobrarem essa posição de que você é um menino, você é um rapaz e seu papel tem que ser de homem e não de moça, eles foram modificando esse gestual efeminado, adquirindo uma postura masculina”.


Formidável =DD


Boom, a minha opinião é a seguinte: acho que quem diz que bailarino é gay é porque não entende absolutamente nada sobre ballet, e que precisa de atualizar um pouco e deixar de ser tão machista e ignorante. Até porque acredito que dizer que bailarino é viado, é como dizer que bailarina é patricinha, certamente nem todo homosexual e nem toda patricinha aguentaria a dor e a pressão do ballet. Pra ser bairino tem que ser muito "macho"!!
Sem querer ofender os bailarinos homosexuais, pq existem bailarinos que são homosexuais e que dançam bem assim como existem bailarino heteros que PRECISAM SER RESPEITADOS!!!

Então deixe esse preconceito pra lá e admire a beleza de um solo de Baryshnikov!!! ;D

0 Comments s2: