Depoimento

Irei postar um depoimento de uma jornalista conceituada e especializada em ballet!
Leia :
Tenho que admitir. Morri por dentro em não ir ao Festival de Dança de Joinville no ano passado. Sinto falta de ouvir e cantar: 
"Dança Joinville, dança o meu coração, a vida é um palco, movimento emoção
As flores da cidade, vão dançar com você
Vem para Joinville, nós queremos te ver
Se quiser ler todo o depoimento clique em "leia mais"

 ara dançar, dançar, dançar e ser feliz
Festival de emoções, do meu país.  
Para dançar, dançar, dançar e ser feliz
Festival de emoções, do meu país". Garanto que quem está lendo esse post está cantando essa música agora lembrando do Centreventos lotado e todos com os celulares na mão fazendo uma coreografia de luzes e vozes. Um só corpo de 5 mil pessoas.

Minha história com o Festival é muito particular. Fiz aula, dancei, fui como crítica por alguns anos e depois como professora. É como se no mês de julho eu me sentisse totalmente preenchida pela dança. Enfim, esse ano, em julho estarei lá.  Fato.

Mas o objetivo deste post não é contar a minha história, e sim anunciar que as inscrições para os cursos e oficinas já estão abertas. Quando eu tinha meus 18 anos eu fazia contagem regressiva para poder me inscrever. Era como ganhar um presente conseguir uma vaga nos cursos de jazz. Esgotavam-se em horas. 

Esse ano os números são expressivos: 26 cursos, 1700 vagas (sendo 720 para o balé clássico),  48 turmas, 32 professores. Foram liberadas 70% das vagas, o restante é liberado em junho, quando saem os resultados da mostra competitiva, meia ponta e palcos abertos. Assim todos podem ter a chance de fazer aulas.

Entre os professores da 29 edição, destacam-se: Paulo Vinícios, Ilara Lopres, Neyde Rossi, Carla Bublitz, S´rgio Marshal, Cristina Helena, Jair Moraes, Toshie Kobayashi, Andrea Bérgallo, Priscila Teixeira, Pedro Kraczuk e Bóris Storojokov (balé clássico); Marly Tavares, Erika Novachi e Edy Wilson (jazz dance); Flávio Salles e Christiane Matallo (sapateado), e outros. 

Confira tudo em www.festivaldedanca.com.br (clique aqui e vá para a página do Festival de Joinvile) e faça a sua inscrição e para quem ainda não sabe, o Festival acontece de 20 a 30 de julho. 

O que se vive em Joinville, só se vive lá. Aproveitem.

MARCELA  BENVEGNU

MARCELA é pesquisadora, crítica de dança e jornalista. Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP também é pós-graduada em Estudos Contemporâneos em Dança pela Universidade Federal da Bahia (UFBa). Atua como crítica de dança em festivais, palestrante e jurada. Atualmente é coordenadora de Comunicação e Marketing da São Paulo Companhia de Dança.

0 Comments s2: