Habitos involuntários :/


Mesmo que sem querer, nós, bailarinas, acabamos adquirindo pequenos hábitos os quais realizamos involuntariamente. De fato, somos surpreendidas em atitudes ou algum movimento nosso feito fora do Ballet.
Já se torna normal para uma bailarina hábitos como: enquanto conversar com alguém, subir na meia ponta; atravessar o corredor dançando ao invés de andar; dizer que assistir TV é hora de se alongar; fazer pirouettes pela casa; treinar os grand jetés ao andar; e principalmente sempre contar até 8 antes de fazer algo.
Acredito em apenas uma teoria que possa justificar tais hábitos, parece mágica, é como se o Ballet estivesse presente no sangue, e corresse pelas veias, fazendo-nos dançar, dando-nos tal liberdade de sonhar. E essa é a melhor das sensações!

0 Comments s2: